Acessórios update- Jóias combinando.

BRINCOSVPARIS2

Era moda, aí perdeu espaço, e como o movimento é cíclico, o estilo “conjuntinho” para acessórios retorna. A Vogue Paris valoriza a idéia em seu editorial de jóias da edição atual. Esmeraldas, rubis…

BRINCOSVPARIS

A edição francesa oferece o estilo tradicional e o bem exagerado, com jóias oversized:

BRINCOSVPARIS4

Lorde, que é capa da última edição da Vogue Australia, também aparece com o styling desta forma na publicação:

BRINCOSVAUSTRALIA

Na Elle espanhola, Alice Dellal e versão delicada da tendência:

brincoellespain

 

Estilo praiano na Vogue Espanha, colar e brincos combinando:

brincosvspain

A idéia pode soar careta, mas o resultado não precisa ser nem um pouco chato: Na edição China da Vogue Itália, a comprovação com peças Givenchy:

BRINCOSVITALIA2Dá para ousar e compor brincos similares na mesma orelha:

BRINCOSVITALIA

 

Além dos brincos, vale adicionar os anéis ao combo , como na Marie Claire:

brincosmarieclaireuk

 

Emila Clarke na Marie Claire inglesa, várias argolas apenas de um lado:

brincosmcuk

Agora, se você não sente vontade de usar o estilo maximal, o acessório que nao tem erro na temporada é o brinco. Para vários estilos diferentes.

De um lado só, como já contei no post “Trend alert- Brinco solitário” Clica no link para relembrar.

BRINCOSTSRYLE2

A T magazine do NY Times fez um editorial incrível com vários versões em foco:BRINCOSTSTYLEFranjas metálicas:

BRINCOSTSTYLE4

Na Industrie com styling de Geraldine Saglio, remetendo ao estilo 80´s:

BRINCOSINDUSTRIE

 

Na Wall Street Journal, argolas grossas em clima anos 70:

tk

Finalizando com Jourdan Dunn na W

brincosw

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Como usar?, Inspirações, Acessórios

A nova cara das (velhas) marcas.

gucci3 Duas das principais e mais sexy marcas italianas estão passando por um momento de atualização. Sai a moda baseada em fendas e sex appeal, entra um estilo mais cool e intelectual. Na onda da Valentino, que antes era famosa pelas peças couture e seu vermelho e hoje em dia tem sua fama baseada nas narrativas lúdicas com detalhes folk e direção impecável de Maria Grazia Chiuri e Pier Paolo Piccioli. Confesso que minha primeira impressão da nova Gucci por Alessandro Michele não foi das melhores. Não amei o desfile de Inverno da marca, primeiro sob a tutela de Michele. Mas me apaixonei pelas novas campanhas, com mood perfeitamente traduzido na direção de arte e nas fotos de Glen Luchford. O styling da passarela, meio “Advanced style” e com muita informação, desvalorizou os looks. Já na campanha, o belo corte e a forte presença dos acessórios elevou as peças. A Gucci teve sucesso comercial absurdo na última coleção de Frida Gianini, resta ver o que acontecerá com Michele. Ecos de Louis Vuitton com a liderança de Ghesquiere: gucci6   Prada também surge como referência: gucci2 A campanha incrível foi fotografada por Glen Luchford e empresta à grife um novo ar, bem mais interessante: gucci Acessórios reornam ao foco: gucci5 Já a Pucci, ainda em processo embrionário, com a saída do Peter Dundas (amor eterno) para Cavalli, entra a visão de Massimo Giorgetti, oriundo da MSGM. Em sua marca, ele é conhecido pelas estampas e pelo estilo irreverente. Sai o sexy de Dundas e entra uma leitura mais normcore do passado colorido e estampado da Pucci. Giorgetti vai se dividir entre sua marca e a Pucci e promete emprestar um lado mais inusitado e ótimas produções para street style:pucci3 Estampas sim, mas com lembrança de Marni e muito pouco da sensualidade e influência rock´n´roll do legado de Dundas: pucci Franjas incríveis no casaco: pucci2 Cartela de cores fixada nos amarelos, laranjas, fuchsia e neutros. Comprimentos crescem e os saltos diminuem, uma influência masculina mais clássica também pode ser observada: pucci4 Preferem a versão antes ou depois? Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Perfil, Update das tendências

(Micro) trend alert- Vendo estrelas.

SW2

Vira e mexe as estrelas ganham destaque na moda. Populares nos anos 60 e na cultura hippie, elas também emprestaram glamour para o estilo disco dos anos 70. Nesta temporada, elas retornam na carona da influência western.

Anthony Vaccarello se inspirou na tatuagem de estrela da modelo Freja Beha Erichsen para sua coleção de Inverno:

stars

Looks variados foram agraciados com o símbolo:

stars2

No Verão da Saint Laurent, surgiram em mix de estampas inusitados:

sl

A última coleção de Peter Dundas na Pucci, entrou no clima astrológico com lua e estrelas dividindo a cena:

pucci

 

A dupla por trás da Valentino adora buscar inspiração no céu. Olhem que lindo os vestidos do Inverno da maison:

valentino4

 

E na temporada pre-fall:

prefallvalentino valentino2

O modelo Charlotte da coleção de Kate Bosworth para Matisse:

charlotte

Nas jóias, a marca Venyx da designer Eugenie Niarchos, também elegeu as estrelas como protagonistas:

venyx

Kate Moss é fã da estampa e inclusive a incluiu na sua primeira coleção para Topshop, em 2005. Aqui Kate usa uma camisa da Equipment com o tema:

starkate

Semana passada, Cara Develevingne usou uma para divulgar seu filme “Cidades de papel”:

LONDON, ENGLAND - JUNE 18:  Cara Delevingne attends the "Paper Towns" Photocall at Claridges Hotel on June 18, 2015 in London, England.  (Photo by Karwai Tang/WireImage)

LONDON, ENGLAND – JUNE 18: Cara Delevingne attends the “Paper Towns” Photocall at Claridges Hotel on June 18, 2015 in London, England. (Photo by Karwai Tang/WireImage)

 

Fechando com o Verão da Diesel com saia estrelada e irreverente:

stardieselDica para brilhar em 2015.

Fotos: Reprodução.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Acessórios, Inspirações, Microtrend, Trend alert

Convite: Donna Talks “Com que roupa eu vou?”.

donnatalks

É com muita felicidade que venho compartilhar com vocês a segunda edição do projeto “Donna Talks” comigo. O primeiro, sobre estilo pessoal, foi incrível. Todos lugares esgotados, muita troca enriquecedora com as mulheres queridas que foram prestigiar e ainda rendeu este post lindo da querida Mariana Kalil, falando sobre a palestra e me presenteando com elogios extremamente  carinhosos. Dá para comferir os posts no blog dela, o “Por aí por Mariana Kalil”, aqui “Não existe liberdade maior do que (re) descobrir nosso estilo” e também “As peças essenciais e atemporais que deveríamos ter no guarda-roupa”.

Para o nosso segundo encontro, o assunto muda, mas não é menos relevante. O tema “Com que roupa eu vou?” vai sanar todas as dúvidas sobre os confusos dresscodes de festas- Alguém sabe o que usar quando recebe o traje “passeio” ou “esporte fino”?- Além de dar sugestões de looks para casamentos e festas em variados horários e locais como praia, campo, manhã…

Dia: 24 de Junho.

Horário: 19hrs.

Mais informações sobre o Donna Talks podem ser encontradas aqui neste link: http://revistadonna.clicrbs.com.br/curso/donna-talks-com-que-roupa-eu-vou/

Ingressos podem ser adquiridos aqui: https://www.ingresse.com/ingressos-donna-talks-com-que-roupa-eu-vou

Espero poder conhecer algumas das leitoras do site no evento!

Deixe um comentário

Arquivado em Trabalhos

Trend Watch- Inspiração cowboy nos pés.

COWBOY

 

O estilo western influencia a moda há muito tempo, mas é inegável que existem momentos em que ele ganha uma atenção especial. As botas de cowboy foram hit nos anos 70 e também na primeira parte dos anos 2000, agora elas retornam repaginadas e dividem espaço com outros tipos de calçado que gaham ares faroeste. Para quem quiser ler mais sobre o tema, clica no post de 2013 aqui do site “(Micro) Trend alert- Reinventando o western”.

Kate Bosworth lançou recentemente em parceria com a Matisse uma coleção de sapatos. Sua bestseller? Uma bota com inspiração cowboy chamada “Charlotte”:

cowboykate

A própria tem sido a melhor garota propaganda dos sapatos, mostrando muito bem como são versáteis. Acima no Coachella e abaixo em um look jeans com jeans:

cowboy5

O modelo em mais versões:

cowboybosworth

O clog ganha tratamento cowboy:

cowboybosworth2

Isabel Marant sempre bebe da fonte western e um dos seus últimos lançamentos, é justamente uma botinha com inspiração pouco literal:

marant

 

Na Céline a inspiração surge no chinelo estilo birkenstock, reparem na fivela que remete às fivelas dos cintos de cowboy:

cowboyceline

 

Giuseppe Zanotti também criou um flat inspirado:

zanotti

Hedi Slimane pode ser considerado um dos grandes responsáveis pela tendência. Na última coleção de Verão masculina da Saint Laurent, nos pés, as botas cowboy foram as favoritas:

sl

Ainda que timida, elas tem ganhado espaço nas ruas . Erin Wasson é texana e fã incondicional:

cowboyerin2

Aqui com vestido de festa e muita personalidade:

cowboyerin

Rosie aposta no modelo IsabeL Marant:

cowboy3

Neste look, lindo e mais sóbrio, a eleita é Saint Laurent em python:

rosie2

Kendall Jenner com outra versão da Saint Laurent, o styling também conta com o cinto de fivela western:

kendall

A blogueira Chiara Ferragni vai na metalizada:

chiara

Confortáveis e clássicas, elas complementam muito bem um look básico para todos os dias:

cowboy2

Para fechar, em composição bem boho com estampa navajo:

cowboy4

 

Alô galera de cowboy…

Fotos: Reprodução.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações, Street Watch

Editorial “Love Kills”.

lovekillscredito lovekills5   Lovekills lovekills2 lovekills3   lovekills99 lovekills8 lovekills7   Assistente de styling: Anna Berthier. Agradecimentos: Tissatt, Victor Kayser, Tais Andrade, Eduardo Santos.

Deixe um comentário

Arquivado em Trabalhos

Favoritos- Guy Bourdin.

Guy Bourdin: Charles Jourdan – Frühjahr 1979. Aus der Ausstellung GUY BOURDIN im Haus der Photographie / Deichtorhallen Hamburg, 1.11.2013 - 26.1.2014.

Sempre apreciei o trabalho de Guy Bourdin, mas em Março tive a chance de ver a retrospectiva de seu trabalho, na Somerset house em Londres, e sai de lá com admiração renovada. Mesmo tipo de efeito que a exposição de Dries Van Noten teve em mim, ano passado, como relatei no post “Dries Van Noten no Museé des arts décoratifs”.

Entre os trabalhos mais memoráveis estão sua longa colaboração com Charles Jourdan, as campanhas são icônicas:

guy7

guy5

guy6

A série “Britain by Cadillac”, também desenvolvidas para Charles Jourdan é simplesmente maravilhosa. Guy dispensou o o uso de modelos e utilizou apenas duas pernas de um manequim, bebendo da fonte do surrealismo e alcançando resultados fascinantes e inesperados.

guy6

guy8

Seu cuidado com a forma que enquadrava cada imagem era admirável, cada detalhe era analisado para captar as imagens de forma mais perfeita possível e na maioria das vezes, por ângulos inesperados:

guy3

guy5

Sua estética sempre definida e inovadora. Ter um estilo marcante é importantíssimo para tornar qualquer profissional criativo relevante e Bourdin criou, durante seus anos de carreira, uma coleção de imagens lindas e inconfundivelmente suas. Versátil, ele tinha mais de uma faceta, mas seu gosto por glamour, artifícios e sensualidade são características mais reconhecíveis:

guy4

Elementos pop como na imagem acima e movimentos como surrealismo, além do desejo de subverter são marcas registrada do seu  trabalho, assim como uma cartela de cores fortes. O fotógrafo também contribuiu muito para elevar a fotografia de moda para um nível de arte.

guy7

guy3

Ele serviu (e ainda) serve como referência para diversos profissionais, estas imagems me remetem à um dos meus filmes favoritos,  Psicopata americano, de Mary Harron:

guy2

Sua obsessão com direção de arte e como queria que suas imagens fossem contextualizadas, tinha carta branca na Vogue Paris, junto com Helmut Newton. Além das fotos, entregava o layout e a ordem que queria que seu trabalho fosse exposto. Contolador? sim. Genial? Indiscutivelmente.

guy4

Infelizmente a exposição chegou ao final, mas todas as infos https://www.somersethouse.org.uk/visual-arts/guy-bourdin. Vale muito a pena pesquisar e se maravilhar mais com o trabalho visual visceral e primoroso de Guy Bourdin.

Em tempo: A música “Hollywood” (2003) da Madonna, ganhou um clipe todo inspirado na estética de Bourdin dirigido por Jean-Baptiste Mondino:

Fotos: Guy Bourdin.

Deixe um comentário

Arquivado em Inspirações